Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Margarida Decoração Low Cost

Decorar sem grandes custos, com aproveitamento, imaginaçao e nunca esquecendo o que o cliente quer e precisa, indo sempre de encontro ao seu estilo.

Margarida Decoração Low Cost

Decorar sem grandes custos, com aproveitamento, imaginaçao e nunca esquecendo o que o cliente quer e precisa, indo sempre de encontro ao seu estilo.

.....e por falar em transformar

image.jpg

image.jpg

image.jpg

image.jpg

 

Peças de mobília quais ? Tanto faz!

As que herdamos, que estavam postas de lado, que gostávamos que tivessem outra côr, é indiferente, giro é podermos transformá-las, dar-lhes vida e a cor que queremos.

image.jpg

image.jpg

image.jpg

image.jpg

 

Decoupage, patinas, tintas e muitas outras opções podem fazer toda a diferença.

 

Como fazer:

Uma lixa fininha para retirar o verniz, ou água-raz quando tem cera, pano limpo e uma escova fofa para limpar a peça depois de lixada. 

Peça limpa e seca, e é só escolher o tom a dar, em côr sólida, decoupage ( existe papel próprio ou para quem tem prática guardanapos de papel, ou outros ) ou patina, entra muitas outras como o craquele. Depois da base feita enfeitar ou não. 

Enfeitar pode-se fazer de muitas maneiras, estofar de novo, alterar os puxadores, envelhecer a peça com os tons ocre ou dourados nas sua nervuras ou sombras, conforme o local onda a mesma se encontra. Envelhece-la limpando em certos sítios enquanto a tinta está fresca. Fazendo stencil, como exemplo acima (camiseiro azul). Com pregos/tachas, botões, riscas, flores, cordão de sirgaria, algodão, tecido, etc.

 

 

 

 

Querida Primavera

 

 

 

 

image.jpg

 

 

Adoro esta estação do ano, traz os novos cheiros, as sensações, o brilho e a vontade de fazer alterações. Mudar algo, faz pensar também em aproveitamento, pela mudança de cor ou forma, pela estrutura ou pela transformação mais radical.

image.jpg

 

 

 

 

image.jpg

As cores desta estação Primavera-verão 2015, São quentes mas suaves, são mornas e muito diversificadas. Mostram-se entre o pastel e as bases neutras, os brancos, os beges e os cinzas claro.

 

image.jpg

image.jpg

image.jpg

 

As cores sólidas para tapar totalmente as superfícies, mas também as patinas para sombrear de cor as madeiras, e todas as superficies que absorvem.

 

image.jpg

image.jpg

image.jpg

 

Os ambientes claros proporcionam a conjugação e o abuso destas cores Primavera-verão 2015. Os cuidados a ter com a sua interação são poucos, e nos lisos os florais, as sempre bem vindas riscas e bolas, mas os padrões de eleição são as flores, maiores ou mais miúdas.

 

 

 

 

Como era e como Ficou.

image.jpg

image.jpg

Depois de alguns contra-tempos volto para vos dar a conclusão de uma remodelação radical no que diz respeito a vários aspectos, mas fundamentalmente em relação à cor. Presente està a modernização, e a coordenação de cor que nos dá a sensação de harmonia e equilíbrio. Consegue-se inovar mantendo o rústico/tradicional e o moderno/minimalista.

Obras....Não me esqueci!

As obras que vos mostrei espelham o que se consegue fazer a duas paredes exteriores e o partido que neste caso, e como já tinha referido, se pode tirar com esta alteração. Quero mostrar o antes e o depois do seu todo e das alterações, que ainda não terminaram, os detalhes que na maioria das vezes fazem toda a diferença.

É fácil nas casas de arquitetura portuguesa, na traça mais comum, aproveitar o que temos, com um pormenor ou outro e sem ou com poucas obras, " lavar " a cara da casa.

Quer seja uma mudança de um toldo, uma pintura nova com alteração da cor, a abertura de uma janela numa parede ou o prolongamento de outra, ou até uma obra de fundo alterando a fachada mas conservando a sua estrutura incluindo novos materiais.

Aqui fica o exemplo.

 

image.jpg

 

Vamos Sofisticar, um pouco.

A sofisticação da decoração não tem de ser, nem é sinónimo de custo elevado.

Por vezes, sem querer, esbarramos com algum mobiliário que herdamos, uma mesa, uma escrivaninha, umas mesinhas de cabeceira, uma papeleira de alçado, uma bufete, em madeiras nobres como a cerejeira, o carvalho, ébano, mogno, pau santo ou rosa, etc.... Uma cadeira com cabedal, um objeto de azuleijo, de ferro forjado, latão ou cristal. Um Rádio, um bengaleiro ou um candeeiro de lustre.

A família por vezes querer desfazer-se das suas melhores peças, peças de estilo (Império, Dona Maria, uma peça Indo-portuguesa), entregando-as  a outros familiares para que os mesmos as perpetuem nas suas casas.

Em encontros casuais em lojas de bric-a-brac ou antiquários encontramos peças com bonitas linhas, e materiais com valor que compramos por "truta-e-meia".

Esta(s) peça(s) podem abrilhantar a decoração, marcando a diferença no local onde a mesma é colocada.

Deixo alguns exemplos.

 

 

image.jpg

image.jpg

image.jpg

image.jpg

image.jpg

 

O espaço fica valorizado e a peça destaca-se pela sua beleza quer seja nobre, moderna, antiga, arte deco, peça premiada, etc., não alterando o estilo da decoração desse espaço.

O único desafio é a escolha da peça e do melhor local para a colocar, onde a luz para a sua projeção, não fique comprometida.